MPU divulga requisitos para analistas e técnicos



Ainda não há previsão de lançamento do edital, mas concurso deve oferecer vagas para analista e técnico

05/09/2017, CorreioWeb

O procurador geral da República, Rodrigo Janot, divulgou as atribuições comuns dos cargos de analista e técnico do Ministério Público da União (MPU), que estão previstos para serem preenchidos no novo concurso do órgão. Confira aqui a portaria completa. 
 
Interessados em seguir carreira de analista devem ter curso superior completo e habilitação legal específica em direito. Dentre as funções do cargo estão  assessorar os membros e chefias na coordenação, supervisão das atividades de processos judiciais e administrativos e de procedimentos extrajudiciais, e planejar e executar tarefas relativas à análise jurídica de atos, documentos, processos judiciais e administrativos e de procedimentos extrajudiciais, produzindo os atos e documentos pertinentes
 
Já para o cargo de técnico, com especialidade em administração, é necessário ter ensino médio completo. A função é auxiliar na prática de atos em processos judiciais e na instrução e acompanhamento de processos administrativos e procedimentos extrajudiciais e desempenhar atividades de apoio técnico-administrativo. Para participar, é necessário ter ensino médio completo.
 
A remuneração inicial do cargo de analista é de R$ 10.119,93, e a de técnico de R$ 6.167,99. Há ainda benefícios como vale alimentação (R$ 884), assistência pré-escolar (R$ 699), auxílio-transporte (R$ 181,77) e assistência médica e odontológica. 
 

Criação de cargos

 
Está em tramitação, na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei nº 6006/2016 que cria 842 cargos para o Ministério Público da União (MPU), além de 210 postos em comissão e 235 funções de confiança para o quadro de pessoal do Ministério Público Federal. O relator é o deputado Daniel Vilela (PMDB/GO). 
 
Do total de vagas para servidores, 134 são para o cargo de procurador regional da República, 207 para analista do MPU (nível superior) e 501 para técnico do MPU (nível médio). De acordo com a proposta, as vagas permitirão ao órgão “fazer face à crescente demanda decorrente do aumento da capacidade de trabalho do Poder Judiciário Federal, além de viabilizar o aprimoramento das demais funções institucionais afetas aos procuradores gerais da República”. 
 

Último concurso 

 
O órgão realizou, em 2015, a última seleção para técnicos e analistas. O edital ofereceu 25 vagas imediatas e formação de cadastro reserva, e a seleção foi de responsabilidade do Centro de Seleção e Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB).
 
O concurso contou com testes discursivos para analistas. Técnicos, por sua vez, foram também submetidos a teste de aptidão física (flexão de braço na barra fixa, teste estático de barra para mulheres apenas, flexão abdominal e teste corrida de 12 minuto) e curso de formação profissional composto por 180 horas presenciais, com realização em Brasília/DF. 
 
Para o cargo de analista do MPU tiveram as especialidades de apoio técnico-administrativo (atuarial e finanças e controle) e perícia (engenharia química). O salário foi de R$ 8.178,06. Pode concorrer quem tinha nível superior em ciências contábeis e atuariais ou ciências atuariais, engenharia química, além de terem sido admitidas inscrições de candidatos com qualquer graduação apenas para a área de controle. 
 
E para técnico do MPU também houve a área de apoio técnico-administrativo, mas para a especialidade de segurança institucional e transporte. A remuneração, neste caso, foi de R$ 5.007,82. Pode disputar as vagas o concurseiro com nível médio e carteira de habilitação D ou E. 
 
Além do Distrito Federal, que deteve a maioria das chances (13 vagas e CR), os aprovados foram lotados no Amazonas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Pará, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Rio Grande do Sul e São Paulo. Uma vaga foi destinada a pessoas com deficiência.

--------------------------------------------------------
Preparação para o concurso
Há 15 anos no mercado, o Pro Labore é referência em preparação para concursos de nível médio e superior.

Para garantir o sucesso dos alunos, o Curso Pro Labore dispõe dos melhores e mais experientes professores do mercado.
Confira os cursos disponíveis e venha se preparar conosco.



MPU - Analista com especialidade em Direito

Presencial

Ver detalhes
MPU - Analista com especialidade em Direito

Presencial

Ver detalhes



PC-DF TEM EDITAL PUBLICADO PARA ESCRIVÃO...
CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA DE BETIM É RETIFICADO...
CALENDÁRIO DE 2020 DA OAB É PUBLICADO ...
ESPCEX PUBLICA LISTA DE APROVADOS NA PRIMEIRA FASE...
IBGE CONFIRMA NOVAS VAGAS PARA 2020...
PREFEITURA DE BETIM DIVULGA NOVAS INFORMAÇÕES SOBRE CONCURSO PÚBLICO...
Ver todas

Formas de Pagamento (Cursos Online)

Formas de Pagamento (Cursos Presenciais)

Certificação e Segurança

Reputação



(31) 3295-2500
Fale conosco