Estudo em grupo ou individual para concursos públicos?


G1, 24/01/20174 - Por Lia Salgado

Na coluna desta semana, a especialista Lia Salgado fala sobre estratégias de estudo para concursos públicos. A colunista fala sobre estudos em grupo e sozinho.

É sempre bom lembrar que não há forma certa ou errada de estudar: existe aquela que funciona para você. É uma questão de perfil pessoal.

Às vezes, só o fato de você combinar de encontrar com pessoas todo dia para irem estudar numa biblioteca, mesmo que de forma individual, já facilita o cumprimento do horário e torna o estudo mais divertido, porque os intervalos de lanche e almoço serão compartilhados.

Vamos ver algumas vantagens e desvantagens das duas formas de estudo:

Sozinho
Vantagens:
- Estudar sozinho permite que a pessoa siga o seu próprio ritmo, sem precisar esperar ninguém
- As dúvidas podem ser anotadas para serem sanadas com o professor ou em sala, com colegas

Desvantagens:
- A pessoa pode ter dificuldades para cumprir o horário de estudo, demorando a começar e/ou se dispersando durante o período

Em grupo
Vantagens:
- Marcar com outras pessoas ajuda a manter o compromisso de horário e a motivação para o estudo
- É comum um candidato ser mais forte em algumas disciplinas e menos em outras. No grupo, muitas vezes, acontece de um ter condições de esclarecer as dúvidas do outro, tornando o estudo muito produtivo e prazeroso. Lembrando que quem ensina aprende também

Desvantagens:
- Se não houver um real comprometimento de todos, o estudo pode virar um grande bate-papo, que será agradável, mas sem produtividade
- Os participantes do grupo podem ter desempenhos muito diferentes e isso atrasar todo mundo;
- Necessidade de conciliar os horários, já que todos precisam estar disponíveis, o que pode restringir o tempo de estudo.
   
Cuidados:
- Todos estejam empenhados de verdade
- Todos tenham, no geral, nível semelhante de aprendizado, mesmo que alguém tenha mais dificuldade em uma matéria e o outro, em outra
- Grupo não seja muito grande, para não ficar confuso e disperso (3 ou 4 pessoas, no máximo)
- Que seja feito um acordo de objetividade e sinceridade quanto ao rendimento do estudo; com respeito e sem melindres desnecessários é possível manter o trabalho de equipe;

Uma alternativa interessante pode ser conjugar as duas formas de estudo, dependendo do andamento dos envolvidos na matéria e da disponibilidade de tempo. Por exemplo, combinarem de adiantar o estudo nos horários incompatíveis e aproveitarem o tempo juntos para repassar o conteúdo e tirar dúvidas.

O mais importante de tudo é ter alguma flexibilidade e muita honestidade. Compartilhar o projeto aumenta a motivação. Além disso, a troca de informações e talentos, de modo geral, melhora o resultado de todos.

Eu usei os dois métodos na minha preparação. Estudei sozinha durante um bom tempo, depois em dupla e depois com 3 ou 4 pessoas. Foi muito rico. Naquela época, eu descobri que podia ser feliz mesmo durante o período de luta. Transformou a minha relação com o estudo.

No meu modo de ver, 1 + 1 é sempre mais do que 2.






Concurso Público de Admissão à Escola Naval (CPAEN) - 2021...
SEJUSP MG | DEFINIDA ORGANIZADORA PARA AUXILIAR EDUCACIONAL SOCIOEDUCATIVO ...
CONCURSO TJM-MG - EDITAL REVOGADO...
PRF - EDITAL PUBLICADO - REMUNERAÇÃO R$ 9.899,88 + BENEFÍCIOS...
PF - POLÍCIA FEDERAL - PUBLICADO EDITAL COM 1.500 VAGAS...
PREFEITURA DE BH - ÁREA DA SAÚDE - EDITAL PUBLICADO...
Ver todas

Formas de Pagamento

Exclusivo na Secretaria Pro Labore (somente cursos presenciais)

Certificação e Segurança

Reputação



(31) 3295-2500
Fale conosco