Concurso Justiça Federal


Justiça Federal: concurso para técnicos e analistas

Folha Dirigida, 05/01/2017

Para um ano que prometia pessimismo na abertura de novos concursos, o panorama que tem se mostrado é o oposto. Quem sonha em ingressar na área judiciária deverá encontrar uma série de oportunidades,

sobretudo na esfera federal. O Tribunal Superior do Trabalho (TST) e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), têm seleções em pauta para a área de apoio, nos cargos cargos de técnico (nível médio) e analista (nível superior).
 
Seja pelas altas remunerações, pela estabilidade ou pelo status de se tornar um concursado federal, a expectativa é que pessoas de todos os estados participem destes concursos, embora os dois tribunais estejam localizados em Brasília.
 
O concurso para o TST já foi anunciado pelo presidente do órgão, ministro Ives Gandra. O próximo passo será a definição das vagas e das especialidades que serão oferecidas no concurso. No entanto, é provável que boa parte das que foram contempladas na seleção passada, de 2012, seja novamente oferecida.
 
O destaque é o cargo de técnico judiciário da área administrativa, que exige apenas o nível médio, sem necessidade de formação técnica. Atualmente, a remuneração de um técnico do TST é de R$7.051, para carga de 40 horas semanais. Para a função de analista (nível superior), os rendimentos são de R$11.003.
 
Na seleção anterior do TST, candidatos ao cargo técnico resolveram 30 questões objetivas de Conhecimentos Básicos e 30 de Conhecimentos Específicos. Já candidatos ao cargo de nível superior, 20 de Conhecimentos Básicos e 40 de Conhecimentos Específicos, além de uma redação.
 
Já o concurso do TSE está contempaldo no orçamento da União para 2017. Agora, só resta  próprio tribunal dar início aos preparativos da seleção. Assim como TST, é muito provável que a carreira de técnico judiciário da área administrativa seja contemplada. Os rendimentos iniciais são de R$7.111 para técnico e R$11.063,80 para analista. As remuneração incluem Gratificação Judiciária (R$3.202,61 para técnico e R$5.254,58 para analista), Vantagem Pecuniária Individual (R$59,87 para ambos) e o auxílio-alimentação (R$884 para ambos). Os servidores ainda contam com auxílio-transporte, auxílio-creche e assistências pré-escolar e médica.
 
O processo seletivo anterior para técnico contou com 80 questões objetivas - 30 de Conhecimentos Gerais e 50 de Conhecimentos Específicos. Já para analistas, além da etapa de prova objetiva, também houve uma redação e análise de títulos.






CAIXA ECÔNOMICA FEDERAL- EDITAL 2021...
POLÍCIA PENAL | PUBLICADO EDITAL - 2.420 VAGAS...
TJM-MG PUBLICA NOVO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO...
Conheça métodos consagrados para aumentar o foco e a produtividade...
DPU - Edital pode sair já nesta quarta. 2º e 3º graus...
25,6 mil vagas estão abertas em seleções públicas no país...
Ver todas

Formas de Pagamento

Exclusivo na Secretaria Pro Labore (somente cursos presenciais)

Certificação e Segurança

Reputação



(31) 3295-2500
Fale conosco