Existe um momento para desistir dos concursos públicos?


G1, 29/11/2016 - Por Lia Salgado

Na coluna desta semana, a especialista Lia Salgado fala sobre se existe um momento certo para parar de estudar para concursos públicos. Ela também fala se existe um tempo máximo para passar em uma seleção.
 
"O mais importante é observar se existe uma real melhora de desempenho com o passar do tempo e você está se aproximando da aprovação. Caso contrário, algo está muito errado e precisa ser corrigido ou a pessoa não vai mesmo passar. É um esforço em vão, que não vai chegar a lugar algum. Isso gera frustração e sensação de incapacidade", afirma Lia.
 
Posso citar alguns indicadores para saber se você está cada vez mais perto da vaga ou apenas andando em círculos:
1 - já consegue estudar nos dias e horários programados com mais frequência do que antes;
2 - consegue manter a concentração e a qualidade do estudo durante todo o período ou ainda se dispersa muito;
3 - consegue acompanhar as matérias com mais facilidade do que no início (mesmo que descubra que falta muita coisa para estudar ainda);
4 - já consegue resolver questões que antes não tinha ideia de como fazer;
5 - avalie se sua posição nos concursos teve alguma melhora: no início você era sempre reprovada; depois de um tempo já passa a atingir a pontuação mínima exigida no edital, mesmo que fique fora das vagas; depois, passa a ficar classificada em cadastro de reserva; o passo seguinte será a aprovação dentro das vagas.
 
Se nada disso estiver acontecendo, é preciso descobrir o que pode ser corrigido. Posso elencar alguns erros comuns e de fácil solução:

1 - Só estudar depois que o edital é publicado e depois parar de estudar até um novo edital
As provas cobram um conteúdo extenso e é preciso tempo para se preparar adequadamente. Deixar para estudar depois do edital nivela você com todos os concorrentes; o estudo antecipado das matérias básicas deixa você em vantagem.

2 - Estudar para todo concurso que aparece, independentemente da área
Se a cada novo concurso as matérias são novas, isso impede que o estudo de um concurso seja aproveitado no seguinte.
 
3 - Descuidar da saúde
Não há como enfrentar uma maratona de estudos, muitas vezes acumulada com trabalho e tarefas domésticas, sem estar com a saúde em dia.

Respeitar as horas de sono (6 a 8h), alimentação regular e de qualidade, ingestão de água (2 litros/dia) e atividade física (3 vezes/semana) melhoram significativamente as condições de saúde e os resultados do estudo. 

4 - Estudar de segunda a segunda
Tempo livre a cada semana é essencial para recuperar as condições físicas e emocionais. De outro modo, o projeto torna-se cada vez mais pesado e, em alguns casos, impossível de ser continuado.

5 - Estudar somente a teoria
Saber a teoria é o passo inicial, mas não é suficiente para a aprovação; resolver muitas questões de provas de concurso leva o candidato para a realidade dos concursos – permite verificar como o conteúdo é cobrado e saber o que precisa ser aprofundado no estudo.

6 - Estudar na véspera da prova
O dia da prova é uma maratona. Sugerimos 24h de descanso e relaxamento garantir plenas condições e o melhor resultado.

7 - Falta de planejamento e foco no estudo
Fazer um plano de estudo para o mês, definindo dias, horários e matérias a serem estudadas, ajuda a não se perder. Nesse momento, desligar-se de tudo o que não seja estudo (celular, computador, redes sociais, tv)

8 - Questionar demais
Há candidatos que se perdem buscando a melhor técnica, a fórmula mágica para ser aprovado. Isso funciona como um escape e uma desculpa para não sentar e encarar a matéria. Se a pessoa estudar de verdade, vai descobrir na prática o que funciona. Aos poucos, todo mundo percebe o que é bom e o que não é.

9 - Não avançar nos conteúdos
Não é tão importante compreender tudo desde o início. Pode haver pontos da matéria que parecem mesmo impossíveis. Siga adiante e deixe para retornar depois àquele conteúdo. Senão, nunca se chega ao fim da matéria.

10 - Não avaliar o desempenho no estudo e nas provas
Não adianta ficar zangado ou se queixar. Você é um atleta e precisa observar o que está bom e o que não está, para corrigir. Resultado ruim de prova é uma rica fonte de informações para melhorar o projeto.

Quando eu estudei para concursos, eram poucas oportunidades para a área fiscal – em geral, não passava de uma por ano. Eu fiz o ICMS-SP e não atingi os critérios mínimos para passar para a 2ª fase. No ano seguinte, fiz o ISS Niterói – fui melhor, mas ainda fiquei fora das vagas (44º lugar para 30 vagas).
Depois disso eu desisti, porque achei que nunca seria aprovada. Pouco tempo depois eu resolvi retomar os estudos. Saiu o ISS-Rio e eu fui aprovada dentro das vagas, em 5º lugar. Foram 3 anos de preparação.

Todas as pessoas que eu conheço, que estudaram e não desistiram, foram aprovadas. E conheço outras tantas que pararam no meio do caminho e olham para trás lamentando por não terem seguido – a vida está igual e o problema não foi resolvido.

Então, respondendo à sua pergunta: não há tempo para ser aprovado. Se você realmente deseja, se acredita que é um passo importante na sua vida, siga até conseguir. É uma questão de ajustes e tempo.






POLICIAL PENAL (Agente Penitenciário) | PUBLICADO PRÉ-EDITAL...
EsPCEx (Escola Preparatória de Cadetes do Exército) - PUBLICADO EDITAL...
PREFEITURA DE BH | Área da Saúde - Nova retificação no edital...
SEJUSP MG | EDITAL PUBLICADO - AUXILIAR EDUCACIONAL ...
ESA PUBLICADA EDITAL PARA 1.100 VAGAS...
CONCURSO AERONÁUTICA EPCAR 2021: Publicado edital com 130 vagas...
Ver todas

Formas de Pagamento

Exclusivo na Secretaria Pro Labore (somente cursos presenciais)

Certificação e Segurança

Reputação



(31) 3295-2500
Fale conosco