Ansiedade, confiança e metas



JC Concursos - 03/11/2017 - Por William Douglas

Sempre falo que a preparação para concursos precisa de metas, objetivo, motivação, compromisso e estudo. Hoje falarei um pouco mais sobre ansiedade, confiança e metas e começarei dizendo que o grande segredo para traçar metas, até mesmo as mais desafiadoras, é torná-las alcançáveis, pelo menos parcialmente. Explico. Se seu objetivo é passar em um concurso você deve traçar pequenas metas para alcançá-lo, essa é a meta geral. Estudar uma matéria por dia, fazer uma redação por dia, realizar uma revisão ampla por semana e seguir o caminho gradativamente mais e mais. Na dimensão inversa, se você reduz gradativamente, você pode parar de fumar, reduzir o consumo de doces etc. 
 
A cada pequena conquista é importante comemorar. Nos concursos é importante comemorar até mesmo as reprovações. Fazer a prova é um privilégio, pois, seja qual for o resultado, você tem um laudo pericial de sua preparação, o que precisa ser mudado, melhorado, mantido. A cada etapa, comemorar é uma forma de ter a retribuição por todo o esforço realizado e partir para outra. Outra coisa importante é, em todos os momentos de mudança, tirar um tempo para avaliar os resultados, por menores que sejam ou por mais negativos que pareçam. 
 
A ansiedade é fruto da falta de planejamento e de racionalização das metas. Se você tem um objetivo definido e um plano de ação para alcançá-lo, conseguirá apreciar os pequenos resultados e aguardar pelo desfecho. 
 
Somos como carros e a confiança e a motivação são nosso combustível. Sem a injeção de motivação e confiança não realizamos nada, não andamos. Sem dúvida alguma você pode sempre construir e fortalecer a confiança em si mesmo e isso deve ser alcançado pela observação dos passos já caminhados, das conquistas já alcançadas. Contudo, é preciso ter o cuidado de não colocar combustível no automóvel e esquecer-se de levar mapas, cuidar dos pneus etc. Apenas motivação e autoconfiança não bastam, é preciso trabalho sério, planejamento e dedicação. Apenas frases motivacionais e esperança não vão funcionar, a pessoa precisa fazer um esforço sistematizado e bem orientado para alcançar os resultados. À medida que vai vencendo fases, tendo resultados parciais e comemorando-os, a confiança irá crescendo também.
 
As derrotas fazem parte da evolução de todas as pessoas. “Sucesso” e “fracasso” não são pessoas, são situações, são resultados, ou seja, são quadros isolados no grande filme da sua vida. São “fotografias” de um determinado momento de preparação. Se você está passando por um fracasso agora, procure aprender com a situação. O que aquela derrota pode te ensinar? Saiba que o que define quem você é, é a maneira como lida com a derrota e o que aprende com ela. Tudo isso faz parte da preparação e da jornada rumo ao cargo e, ao fim, tudo valerá a pena, pode confiar.
 
William Douglas é juiz federal, professor universitário, palestrante e autor de mais de 40 obras, dentre elas Como Passar em Provas e Concursos e As 25 Leis Bíblicas do Sucesso. Site: www.williamdouglas.com.br. Acompanhe-o nas redes sociais (@site_wd, @site_wd2 e William Douglas - Facebook).






RECEITA FEDERAL FAZ SOLICITAÇÃO DE CONCURSO...
EDITAL POLICIA CIVIL-DF É AUTORIZADO...
PREFEITURA DE BETIM DIVULGA EDITAL...
FUNAI SOLICITA NOVO CURSO PARA NÍVEL MÉDIO...
NOVO EDITAL PARA AGENTE ADMINISTRATIVO DA PF É SOLICITADO...
INSCRIÇÕES ABERTAS PARA CONCURSO ITA...
Ver todas

Formas de Pagamento (Cursos Online)

Formas de Pagamento (Cursos Presenciais)

Certificação e Segurança

Reputação



(31) 3295-2500
Fale conosco