Veja estratégias para encarar sem medo as matérias que considera mais difíceis no estudo para concursos


G1, 13/09/2016 - Por Lia Salgado

Será que existem matérias impossíveis de serem aprendidas por alguns candidatos? Ou é apenas uma questão de persistência?

Não é raro um candidato dizer que não aprende determinada disciplina e optar por concursos que não a cobrem na prova. Acontece que as matérias que costumam causar problemas constam de quase todos os concursos e fica difícil eliminá-las da programação de estudo, porque essa atitude reduziria muito o leque de oportunidades. É o caso de português, direitos, todas que envolvam matemática (seja como matemática mesmo, ou como raciocínio lógico, estatística, matemática financeira e outras).

Portanto, é mais produtivo desconsiderar o registro de que a matéria é muito difícil ou de que você não é capaz de dominá-la. De modo geral, essa é uma marca de infância, dos tempos de escola. Mas o momento agora é outro e a motivação para aprender é muito diferente, porque não é mais uma imposição externa dos pais ou professores, mas o desejo de alguém que está empenhado em transformar a própria vida.

Por outro lado, é razoável que cada pessoa tenha mais facilidade em determinado tipo de conteúdo e menos em outros. Considerando que as provas cobram muitas e variadas disciplinas, parece que todo mundo tem pontos com que se preocupar.

Então, em vez de lamentar ou fazer de conta que não há um problema, o melhor é traçar uma estratégia para superar as dificuldades.

1 – Mais tempo
Se uma matéria é mais difícil para você do que outras, em vez de adiá-la indefinidamente, faça o contrário: dedique mais tempo a ela, assim que identificar a situação. No seu planejamento de estudo, reserve mais horas semanais para aquela disciplina ou mais períodos de estudo em relação a outras que sejam mais simples para você.

2 – Os melhores horários
Ainda no planejamento, escolha os horários nobres para estudar aquela matéria, do dia e da semana. Explicando melhor, se você estuda o dia todo, mas não rende bem pela manhã, coloque a matéria X à tarde ou à noite. Além disso, escolha para aquela matéria o dia da semana em que está normalmente mais disposto e animado para estudar. Ela precisa de tratamento especial para deixar de ser um problema para você.

3 – Muitos exercícios
Faça dezenas de exercícios de cada ponto dessa matéria, mesmo que pareçam repetitivos. Isso vai dissolver aos poucos pequenas dúvidas e ajuda a conquistar segurança para identificar detalhes e resolver corretamente as questões.

4 – Intensivos
Quando a gente fica encrencada numa matéria, o desenvolvimento do estudo acontece de forma muito lenta. Por isso, é útil fazer um intensivo de vez em quando, estudando só aquela disciplina, a fim de alavancar o estudo e evitar a sensação de que nunca chegaremos ao fim. Uma semana inteira ou feriados longos, tais como Carnaval ou Semana Santa, podem ser utilizados para isso. Lembrando que isso só deve acontecer esporadicamente, retomando o planejamento com todas as disciplinas em seguida, para que nenhuma delas caia no esquecimento.

5 – Refazer desde o início
Mesmo com todos esses cuidados, pode ocorrer de chegar ao fim do estudo do conteúdo de uma matéria e você ter a sensação de que nada, ou muito pouco, foi aprendido.
Nesse caso, é prudente voltar ao início e repetir todo o estudo. Pode ser a partir do mesmo material ou, se possível, de um material novo, de outro professor. Muitas vezes uma abordagem diferente é suficiente para esclarecer muita coisa que antes parecia confusa.

O resultado final desse trabalho é uma surpresa: você vai perceber que aprendeu muito mais do que pensava. E, ainda, passando a segunda vez por todo o conteúdo, muitas lacunas no entendimento são preenchidas com facilidade - parece que os pontos se ligam quase que magicamente e o conhecimento da matéria muda de patamar.

Resumindo, não se deve abandonar uma disciplina por considerá-la difícil. Essa atitude só vai confirmar a impressão inicial de que não há como superar aquele obstáculo. Na verdade, há muito a ser feito para desatar os nós e adquirir bom domínio de qualquer matéria.
 
Outro aspecto importante a ser considerado é que é possível ser aprovado num concurso mesmo sem ser excelente em todas as matérias. Quase todo mundo tem conhecimento irregular em relação ao total do conteúdo cobrado. Assim, se mesmo com todos os cuidados alguma disciplina ainda representar um ponto fraco para você, é possível traçar uma estratégia para garantir mais pontos naquelas em que você tem mais segurança e, desta forma, obter uma boa pontuação final. De todo modo, é importante estar atento para atingir o mínimo exigido no edital, se houver pontuação por disciplina isolada.

Durante a minha preparação para concursos, eu tive uma relação bastante complicada com a contabilidade. Foi a matéria que exigiu de mim mais empenho e determinação. Usei todos os recursos que acabei de descrever, repetidas vezes – inclusive fazendo intensivo em dois carnavais. No fim de tudo, errei somente uma questão daquela disciplina na prova do concurso para o ISS-Rio. O que inicialmente era meu ponto fraco terminou garantindo uma pontuação importante para a minha aprovação no cargo que exerço até hoje. Isso foi há 13 anos.



Módulo Básico Para Concursos

Presencial

Ver detalhes
Módulo Básico Para Concursos

Presencial

Ver detalhes



CAIXA ECÔNOMICA FEDERAL- EDITAL 2021...
POLÍCIA PENAL | PUBLICADO EDITAL - 2.420 VAGAS...
TJM-MG PUBLICA NOVO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO...
Conheça métodos consagrados para aumentar o foco e a produtividade...
DPU - Edital pode sair já nesta quarta. 2º e 3º graus...
25,6 mil vagas estão abertas em seleções públicas no país...
Ver todas

Formas de Pagamento

Exclusivo na Secretaria Pro Labore (somente cursos presenciais)

Certificação e Segurança

Reputação



(31) 3295-2500
Fale conosco