Defensoria reabre concurso a qualquer momento



Folha Dirigida, 29/10/2015

Pode ser reaberto até esta sexta-feira, dia 30, o concurso para a área de apoio da Defensoria Pública da União (DPU), com 143 vagas de níveis médio e superior. Isso porque, desde que recebeu o aval da Justiça, em 7 de outubro, para o pedido de devolução das vagas, retiradas do órgão pelo Ministério do Planejamento, a DPU concentra esforços junto ao organizadorCespe/UnB, para a retomada da seleção. A previsão, segundo uma fonte que acompanha o trabalho da defensoria, é que o concurso, com novo prazo de inscrição, seja reaberto até o fim deste mês, ou seja, sexta-feira, dia 30. Portanto, os interessados devem iniciar logo a preparação ou reforçar os estudos (no caso dos que já vinham se preparando), haja vista que o período de provas pode atravessar o ano de 2016, contemplando os que não fizeram inscrições no prazo inicial - o concurso foi suspenso em 8 de maio, faltando três dias para o fim das inscrições.

Chances - Merece destaque o bom quantitativo de vagas para o nível médio, no cargo de agente administrativo (105), cujos ganhos são de R$3.817,98. Outras 38 oportunidades foram distribuídas em funções de ensino superior, com remuneração de R$5.266,18, exceto para economista, que tem rendimento de R$6.348,27. Graduados com qualquer formação poderão se candidatar ao cargo de analista técnico-administrativo. Já nas áreas específicas, há chances de arquivista, assistente social, bibliotecário, contador, economista, psicólogo, sociólogo, técnico em assuntos educacionais e em Comunicação Social (Jornalismo).

As vagas abertas durante a validade da seleção, de um ano, podendo dobrar, poderão prover qualquer defensoria e ainda as que forem instaladas visando ao plano de ampliação do órgão. Essa é a aposta das instituições que acompanham o trabalho da DPU, já que há necessidade de cerca de 5 mil servidores em todo o país. Portanto, muitos aprovados deverão ser convocados do cadastro de reserva, assim como no último concurso, em 2010, quando 311 vagas foram oferecidas, e 954 aprovados foram convocados a assumir as funções.

Avaliações - Caso o edital anterior seja mantido, os candidatos a agente terão três horas para responder a 120 questões, sendo 50 de Conhecimentos Básicos e 70 de Conhecimentos Específicos. Para as funções de nível superior, o Cespe/UnB concedeu quatro horas e meia para os concorrentes concluírem 150 questões, 70 de Conhecimentos Básicos e 80 de Específicos. Quanto ao cadastramento, os interessados puderam se inscrever no site do organizador e em postos presenciais, elencados no item 6.3.1. As taxas de inscrição são de R$70 para agente administrativo e R$100 para as funções de nível superior. A expectativa é que o novo edital não traga alterações, além dos prazos definidos no cronograma.






SEFAZ-DF PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO...
EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO DO TRF-3 É RETIFICADO...
CEBRASPE PODE SER A ORGANIZADORA DO CONCURSO PARA ESCRIVÃO DA PCDDF...
EDITAL PROMOTOR MPMG É PUBLICADO...
STJ APROVA CRIAÇÃO DO TRF DA 6ª EM MINAS GERAIS...
SAI RESULTADO PRELIMINAR DA 2ª FASE OAB XXIX ...
Ver todas

Formas de Pagamento (Cursos Online)

Formas de Pagamento (Cursos Presenciais)

Certificação e Segurança

Reputação



(31) 3295-2500
Fale conosco