Última semana de inscrição para o concurso do TRT-MG



Terminam, na próxima sexta-feira (12), os prazos para inscrição e pagamento da Guia de Recolhimento da União – GRU – para o concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª região – TRT-MG 2015. O cadastro do concursando será efetivado após a confirmação de recebimento do valor referente à inscrição, que é de R$110 para candidatos de nível superior e de R$90, para candidato de nível médio.

O concurso visa preencher 640 vagas e formar cadastro de reserva para os cargos de Técnico, Nível Médio e Analista Judiciário, Nível Superior. As provas objetivas (conhecimentos básicos e específicos), estudo de caso e a redação dissertativa serão aplicadas no dia 26 de julho.

Para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais, o certame oferece vencimento básico de R$ 5.425,79 (técnico – nível médio) e R$ 8.863,84 (analista – nível superior), tornando-o ainda mais atrativo.

O coordenador pedagógico e professor do Curso Pro Labore, Carlos Cruz, afirma que esse certame é um dos mais disputados no Brasil, principalmente, entre bacharéis de Direito. “Muitos concursandos almejam uma vaga no TRT, por ser um concurso federal com ótimas condições de trabalho e ótimo plano de carreira. Outro fator que atrai candidatos é a remuneração que, no caso do cargo de nível médio, é uma das melhores. Com essas vantagens, o técnico terá condições de fazer um curso superior e, posteriormente, fazer o concurso para analista administrativo ou judiciário. Uma vez analista judiciário, poderá ser computado o tempo mínimo de três anos para fazer o concurso mais almejado do TRT, o de juiz do trabalho substituto”, afirma. O concurso é organizado pela Fundação Carlos Chagas, conhecida por cobrar em suas provas jurídicas as letras de Lei e, ainda, cobrar algumas questões de forma idêntica ao que consta na lei.

É importante ressaltar que o método de estudos varia de acordo com o aluno. Entretanto, aquele que faz anotações durante as aulas ou até mesmo em casa, trabalha melhor a memorização. “A escrita é uma forma de forçar a concentração. Em um concurso, por exemplo, no qual é aplicada uma prova de redação de texto, o aluno com costume de escrever terá maior chance de fazer uma boa redação e, consequentemente, de obter aprovação. A análise do edital também é fundamental, pois ajuda na preparação para um concurso desse nível, com considerável quantidade de concorrentes. O candidato deve avaliar o peso de cada questão, buscando compreender aquelas disciplinas em que possui mais dificuldade e reforçar as mais tranquilas”, orienta o professor.

Para economizar tempo e esforço, é recomendado que o concursando recorra a uma instituição de ensino especializada nesse tipo de certame, com professores qualificados, que ofereçam dicas para uma melhor resolução das provas e possuam métodos de ensino diferenciados.







GABARITO OFICIAL DO ENEM É PUBLICADO...
MPT PUBLICA NOVO EDITAL PARA PROCURADOR...
CONTAGEM TERÁ NOVO CONCURSO PÚBLICO PARA AUDITOR FISCAL...
UNIFICAÇÃO DO TJMG É SANCIONADA...
BLOQUEIO DE VERBAS DA PREFEITURA DE BETIM É SUSPENSO...
BOMBEIROS MG: NOVO CONCURSO PÚBLICO EM ANÁLISE...
Ver todas

Formas de Pagamento (Cursos Online)

Formas de Pagamento (Cursos Presenciais)

Certificação e Segurança

Reputação



(31) 3295-2500
Fale conosco